sexta-feira, 11 de setembro de 2015

O Guardião do Nada

Em qualquer cidade, em qualquer país, vá a qualquer instituição mental ou asilo em que você possa entrar. Quando chegar à recepção, peça para visitar alguém que se autodenomina "O Guardião do Nada". Se um olhar de puro e primitivo nojo atravessar o rosto do funcionário, você será levado a uma construção separada, uma que parece ser um velho alpendre de madeira. Dentro dele haverá um corredor aparentemente infinito, que ultrapassa e muito o tamanho do alpendre.

O corredor estará no mais completo silêncio. Tentar fazer qualquer barulho no momento errado é um erro grave e lamentável. Você vai perceber que as luzes no corredor ficarão mais e mais fortes à medida que você o percorre em direção ao fim; eventualmente, você se encontrará cego pela seu brilho. Se, em qualquer ponto, as luzes se apagarem, rapidamente grite: "Não! Pare! O que você está fazendo é errado!" enquanto se afasta de ré. Se as luzes não voltarem, corra de volta para a porta pela qual você entrou. Ela ainda deve estar aberta; com sorte, você ainda não está longe o suficiente para que ela se feche. Mas se ela estiver fechada, uma eternidade no Inferno seria preferível ao que você vai sofrer.

Se as luzes voltarem, continue andando pelo corredor. No final dele há uma cela; o funcionário vai abrir sua porta enquanto te encara enojado. Dentro da cela haverá um insano pastiche de cores, organizado em várias formações parecidas com arlequins. Você não deve se deixar distrair por eles, pois no centro do quarto há uma jovem mulher nua, banhada em sangue e rodeada por pedaços de nervos humanos, e é melhor você nem saber o que acontece se você tirar os olhos da face dela por um segundo sequer. Foque nela, e pergunte: "O que eles eram quando eram um?"

Ela vai olhar em seus olhos e dizer a resposta com detalhes incríveis. Vai ser diferente de qualquer coisa que você já ouviu, te deixando no limite do êxtase e da agonia. Não é incomum que um Buscador se perca na euforia. Mas você não deve deixar seu foco quebrar, e você deve tomar um cuidado especial para não olhar para seu peito tatuado. Sua mente vai tentar você a olhar, mas você deve resistir, pois, se você falhar, ela vai esfolar você vivo e adicionar sua pele mutilada à área, e você vai permanecer preso com ela, plenamente consciente, até o fim dos tempos.

A tatuagem é o objeto 4 de 538. Eles desejam ser um de novo, mas não devem.

Nenhum comentário:

Postar um comentário