segunda-feira, 11 de maio de 2015

A história sombria de Five Nights At Freddy's - parte 1

Oi meus creepers, vim aqui falar desse jogo pelo qual sou doente :D a história dele é meio imensa, então vou dividir em 3 partes (uma para cada jogo), mas prometo que vale à pena.
-------------------------------------------------
A franquia Five Nights At Freddy's, produzida por Scott Cawthon, talvez seja um dos maiores sucessos entre jogos independentes. Com 3 títulos, um 4º para ser lançado nesse Halloween e um filme a caminho, o point-and-click é garantia de jumpscares, e muitos youtubers famosos já fizeram gameplays dos 3 jogos, tais como o americano Markiplier, o sueco PewDiePie e o grupo que integra o canal Smosh Games. A experiência de ser um guarda noturno num restaurante com animatronics assassinos foi um sucesso estrondoso.

Mas jogar o jogo como uma simples fonte de jumpscares é fazer uma imensa injustiça ao enorme e excepcional trabalho feito por Cawthon na história do jogo. A franquia esconde uma história sombria, complicada de decifrar e recheada de mistérios e tragédias.

O que se tem como fato é muito pouco. Teorias não faltam pelo fandom (e também no YouTube, sendo o melhor exemplo o canal The Game Theorists do também americano Mathew Patrick), mas nesse post vou mostrar os fatos, e vocês tirarão suas próprias conclusões.

Five Nights At Freddy's

No primeiro jogo, o jogador é Mike Schmidt, o novo guarda contratado para vigiar a pizzaria Freddy Fazbear's Pizza durante a noite, por 5 dias. Adicionalmente, o jogador pode desbloquear uma 6ª e 7ª noite, a última customizável. Pelo cheque de pagamento que Mike recebe após o jogador passar os 5 dias, é possível calcular que o jogo se passa no ano de 1993.

É difícil se concentrar em observar as pequenas pistas que Cawthon deixa em cada câmera da pizzaria enquanto se tenta não ser morto pelos animatronics e não deixar a energia do lugar acabar até as 6 da manhã (o que resulta em game over), mas alguns jogadores observadores foram reunindo peça por peça desse quebra-cabeças. Voltemos à história.

Os outros personagens do jogo são:
- Phone Guy, o chefe da segurança, que deixa a você gravações para orientar suas ações no jogo. Além dos gemidos de Chica e Bonnie, da música cantada por Foxy e da risada de Freddy, é a única voz que você ouve durante todo o jogo.
- Os animatronics Freddy Fazbear (um urso), Chica (uma galinha), Bonnie (um coelho) e Foxy (uma raposa macho, que está quebrado e em manutenção). Foxy não faz parte da banda do restaurante, composta por Freddy, Bonnie e Chica, mas fica na área chamada Pirate's Cove.

Bonnie, Freddy e Chica

- O misterioso Golden Freddy, uma versão dourada, quebrada e um pouco perturbadora de Freddy Fazbear, sobre a qual ninguém sabe muito.



Nesse jogo, há duas fontes de informações: os recados de Phone Guy, e as alucinações de Mike Schmidt.

As ligações de Phone Guy

As noites 1 a 4 são todas introduzidas por ligações gravadas por Phone Guy explicando o que o jogador deve fazer, como deve agir, e, claro, dando pistas sobre a história. Na noite 4, Phone Guy é assassinado pelos animatronics. A noite mais importante para entender a história de FNAF, porém, é a primeira.

Phone Guy te dá as boas vindas, e explica o comportamento dos animatronics. Ele explica os animatronics são deixados em um modo de livre circulação à noite. Eles costumavam se mover pelo restaurante durante o dia também, até que ocorreu o evento conhecido como The Bite of 87 (Mordida de 87, quando um dos animatronics mordeu alguém, e a vítima perdeu o lobo frontal do cérebro. Falaremos disso mais tarde). Ele também relata que, após horas vendo você, os animatronics deixam de te reconhecer como uma pessoa, e passam a vê-lo como um endoesqueleto de animatronic. Assim, se te acharem, eles o estufam numa fantasia reserva de Freddy Fazbear.

Tela de game over do jogo, que representa Mike após ser assassinado e estufado na fantasia de Freddy

As alucinações de Mike

Conforme a semana avança, Mike vai tendo uma frequência cada vez maior de alucinações visuais e sonoras. E elas acabam por dar as maiores pistas sobre o que está acontecendo na Freddy Fazbear's Pizza.

No East Hall Corner, há um pôster com as Regras de Segurança da pizzaria.


Eventualmente, porém, o pôster muda para um desses:


Artigos de jornal sobre o desaparecimento de 5 crianças no restaurante, sequestradas por um homem numa fantasia amarela guardada no fundo dos restaurantes (que até então concluía-se ser Golden Freddy), naquele que ficou conhecido como The Missing Children Incident. Mais: Não muito tempo depois disso, os animatronics começaram a exalar cheiros pútridos, sangue e muco.

Ou seja, sim, há corpos de crianças mortas dentro dos animatronics, inclusive de Golden Freddy. Não apenas isso, suas almas estão presas ali dentro, condenadas a assombrar os animatronics.

É por isso que Bonnie e Chica fazem sons de gemidos humanos, e também por isso Golden Freddy, na ausência de seu endoesqueleto, não consegue se manter em pé e fica na posição de um corpo morto.

Os sons que Bonnie e Chica fazem

A tragédia aconteceu no primeiro restaurante da franquia, em um ano por enquanto indeterminado, mas bem antes de 1993, e o local foi fechado por questões sanitárias graças ao cheiro e sangue vindo dos animatronics. Na tentativa de reerguer o restaurante, a Fazbear Enteirtainment, empresa dona da cadeia de restaurantes, partiu para um lugar novo e maior, e redesenhou os animatronics queridos pelas crianças. Sua aparência, porém, ficou perturbadora, e os animatronics foram rebaixados a fontes de peças para os novos rostos das franquia - os Toy animatronics.

Os novos "Toy Animatronics", rostos do segundo restaurante da franquia

A tentativa falha da Fazbear de redesenhar os animatronics originais, os "Withered Animatronics"

Tudo pronto, os Withered Animatronics estão guardados e os Toy Animatronics estão prontos para fazer a alegria de milhares de crianças... e prender alguns bandidos. Sim, você leu certo. Como medida de segurança frente à tragédia ocorrida no primeiro Freddy Fazbear's Pizza, a companhia equipou os Toys com um software de reconhecimento facial ligado a um banco de dados da polícia local. 

Finalmente, no ano de 1987 (guardou essa data?), o novo Freddy Fazbear's Pizza foi aberto. Maior! Melhor! Mais perturbador. E mais revelador. É aqui que se passa a prequel-sequel Five Nights At Freddy's 2, onde descobriremos que os assassinatos revelados pelo primeiro jogo não foram os primeiros, e nem os últimos.

Mas esse post já está grande demais, não acham? Continua na próxima parte, aguardem!

domingo, 10 de maio de 2015

Amor de Mãe

Primeiramente, me desculpem pela ausência, gente... conciliar faculdade com blog não é moleza não, mas estou disposta a tentar. Vamos reerguer o Creepypasta Universe!
Segundamente, feliz dia para todas as mamães :D
--------------------------------------------
Você acorda no meio da noite. Sua gata está confortavelmente aconchegada atrás dos seus joelhos, e o peso do seu cobertor aquece agradavelmente o seu corpo cansado. Você suspira alegremente. Quando está prestes a cair novamente no sono, sua gata sibila, corre freneticamente para fora de sua cama e se esconde atrás das cortinas.

Ela nunca agiu de maneira tão estranha antes, e isso chateia você. Você olha ao redor do quarto, procurando por algo que possa tê-la assustado, mas nada parece fora do normal. Você fica parado, atento para algum som estranho. Tudo o que você ouve é o baralho da sua gata bebendo água de sua tigela no corredor, fazendo aquele slurp nojento que sempre te perturba. Aliviado, você se deita de novo e puxa o cobertor até o queixo.

Mas, antes de fechar os olhos, você vê a silhueta escura de sua amiga felina embaixo da escrivaninha, com as costas curvas e o pelo eriçado. Você tosse com o susto. Se não é sua gata bebendo água, o que está fazendo aquele barulho?

Lentamente e tão silenciosamente quanto pode, você sai da cama. Mas, por mais que você tente, a madeira da cama faz um barulho alto. Você congela. O barulho de slurp para por um instante antes de continuar. As dúvidas de que isso poderia ser apenas sua imaginação começam a ir todas embora.

Sentido o coração bater com força em seu peito, você vai na ponta dos pés até a porta. Você dá um passo para fora do quarto e olha na direção da tigela da sua gata, do outro lado do corredor. E então você a vê.

Sua mãe, apoiada nos joelhos e cotovelos, Seus membros estão longos e magros, e os dedos ossudos. Seus fios descabelados cobrem sua face pálida e distorcida; sua pele está esticada contra as maçãs do rosto. Ela lambe freneticamente a água na tigela da sua gata, com uma língua negra como carvão e com o dobro do tamanho normal.

De repente, ela para. Sua face se volta lentamente para você. Ela olha bem dentro dos seus olhos; suas pupilas, dois pontos imóveis de malícia.

Você pula em pânico e corre de volta para seu quarto enquanto sua mãe galopa nos 4 membros em sua direção. Você fecha a porta atrás de você, momentos antes dela começar a sacudir com força: fortes batidas ecoam pela casa. Você rapidamente joga seu corpo contra a porta e a bloqueia. Toda a moldura da porta treme vigorosamente, mas você segura firme.

Então, as batidas param.

Após alguns segundos de um silêncio excruciante, a maçaneta começa a girar.

"Querido, está tudo bem?" Você ouve a voz suave da sua mãe do outro lado da porta. "Por que você fechou a porta? Estou preocupada... por favor, filho, me deixa entrar..."
--------------------------------
Fonte: Creepypasta Wiki
Tradução e adaptação: Capitu

sábado, 9 de maio de 2015

To de volta!

Devido a provas,aulas,tretas,mortes de  parentes,invasao aliens,falta de net e 3g da fiquei off ..mas agora voltei..vou tentar postar mais e tudo..se preparem
Mais bizarrices estao vindo . bjs da tia lik.